Balanço Proteico

post

 

O balanço proteico nada mais é do que a comparação da síntese de proteínas (anabolismo) versus a degradação de proteínas (catabolismo).

Quando a síntese é maior que a degradação temos um balanço positivo, quando o oposto temos um balanço proteico negativo.

Em um Humano saudável e normal se não fizer exercícios e nem aumentar ai ingestão de proteínas terá um balanço igual a ZERO, ou seja, não ganha e nem perde massa muscular.

O treinamento de força (musculação) aumenta a síntese proteica e diminui a degradação após a sua sessão. Por isso, CADA sessão de exercício tem importância sim. O balanço proteico somente será positivo se houver a combinação do treinamento de força com a ingestão de proteínas e aminoácidos. Observação para o ponto de que a maioria dos estudos relacionado exercício, ingestão de proteínas e aumento de síntese proteica usa um protocolo com 8 na 12 repetição para os grandes grupos musculares.

Partindo deste ponto, vem a pergunta: “ATLETAS DE FORÇA NECESSITAM DE MAIS PROTEÍNA?”

Resposta: SIM, PORÉM MENOS DO QUE ELES IMAGINAM.

E por quê isso ocorre?

Eles necessitam de uma ingestão aumentada, porém não está correto “Quanto mais melhor”, pelo seguinte fato:

– Durante o exercício temos um estímulo ANABÓLICO, sim durante o treinamento de força ocorre degradação e isso é inevitável até certo ponto. Que ponto? Diversos estudos demonstraram que aumentando a ingestão de proteínas em níveis muito altos (porém facilmente alcançados por estes por ingestão de claras de ovos e suplementos) ocorre o bloqueio desse efeito anabólico. E isso é bom não é? NÃO! Isso é ruim, porque O CATABOLISMO DO EXERCÍCIO EXERCE UM EFEITO GATILHO PARA QUE OCARRA O ANABÓLISMO (SÍNTESE DE PROTEINAS E CONSEQUENTE GANHO DE MASSA MUSCULAR). Se você inibe este efeito durante inibe o pós também.

Por isso, os atletas devem estar muito bem amparados para não prejudicarem seu aumento de massa muscular achando que quanto mais ingerirem proteínas melhor.

Outro ponto importante..

Todos os estudos da área entram no seguinte consenso: QUANTO MAIS TREINADO O INDÍVIDUO MENOS OU MAIS PROTEÍNA ELE PRECISA EM RELAÇÃO AO DESTREINADO? –> isso em pessoas normais, não atletas de ponta.

Resposta: MENOS

E por quê isso ocorre?

Simples, indivíduos treinados tem uma ADAPTAÇÃO FISIOLÓGICA que os possibilita ter uma melhor absorção de aminoácidos presentes na circulação, ou seja, necessitam de menos!

 

Espero que tenha tirado todas as dúvidas de vocês em relação a este tema polêmico.

 

Em breve mais posts relacionados a área! Fiquem de olho!

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Balanço Proteico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s