Diferença entre chá, infusão ou decocção

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com o passar do tempo várias ervas foram chamadas de chá, como “chá de camomila”, “chá mate”, etc… porém a verdade é que chá mesmo somente os derivados da planta Camellia sinensis, como o preto, o verde, etc.

Todos os outros são infusões – o correto então é chamar de infusão de camomila, infusão de erva mate…Há também a decocção, você sabe a diferença?

A infusão normalmente usa-se em ervas e a água é primeiro fervida, desligada, e depois colocam-se as ervas e deixa por um tempo tampado. A decocção normalmente é para casca (tipo casca de romã, abacaxi, etc), raízes, caule, etc, normalmente mais duros e que são colocamos junto com a água para fever (gengibre também).

 

Anúncios

Canela tira o sono?

leite com canela

Fique tranquilo! Você pode consumir canela, ela não altera o sono, usando algumas pitadas claro. Inclusive se consumido em conjunto com o leite (triptofano) tem um efeito benéfico quanto ao sono.

Gengibre tira o sono?

Pode beber tranquilo, ele não contém cafeína e nem nenhum estimulante para que mexa com seu sono. Ele é termogênico, pois aumenta a temperatura corporal e seu corpo tem que trabalhar para abaixa-la a normalidade, mas isso é muuuito pouco então fique tranquilo! Infusões para dormir, escolhidas de modo certo ajudam até a relaxar. Peça ajuda para escolher a certa!

Série Dicionário Alimentar: abóbora

A abóbora também é bem pouco calórica e utilizada de tanto assada como em sopas, quibes e existem vários tipos

tipos_de_abobora

De modo geral, as abóboras alaranjadas, são fonte de betacaroteno, vitamina C, E, complexo B, ferro, potássio e fibras. Suas sementes também são consumidas e tem óleos com gorduras insaturadas e zinco. Rica em antioxidantes ela também auxilia a evitar diversas doenças e por ser pouco calórica é usada durante processos de emagrecimento.

 

 

Pumpkins.

Série Dicionário Alimentar: berinjela

sliced eggplant on cutting board

A berinjela é pouco calórica e muito versátil, pode ser feita cozida, assada, na airfryer,  grelhada, em conserva, ou no meio de receitas como a lasanha vegetariana.

Para escolher você deve escolher as que estão bem escuras e brilhantes, porém firmes ao tato.

Ela se destaca quando o assunto é colesterol, sua casca e a farinha ajudam muito a reduzi-lo. Além disso, tem fibras, aminoácidos, vitaminas do complexo B, A e C, cálcio, ferro, potássio e magnésio.

 

 

Pimentões: verde, vermelho e amarelo – Diferenças

pimentões

Logo de cara é fácil falar que cada cor tem um fitoquímico (ex: betacaroteno) com uma função diferente, mas uma em comum: antioxidantes!

Além disso em comum as quantidades de fósforo e vitaminas do complexo B variam bem pouco. Já em relação a vitamina C o pimentão amarelo é o campeão seguido do vermelho.

Quando falamos de potássio o amarelo e o vermelho (nessa o verde perde) tem quantidades e de cálcio o que mais se aproximam são o verde e o amarelo (nessa o vermelho perde).

As calorias são praticamente iguais, assim como a quantidade de proteínas e carboidratos (um pouquinho só maior no amarelo). Já as fibras alimentares são mais presentes no verde.

Já na cozinha quente o uso é bem diversificado e normalmente combinam-se nas receitas. Agora cru para salada eu, particularmente, prefiro o amarelo.

 

 

Quais os tipos de laranja?

Graças a Deus nosso país é muito abençoada e tem uma grande variedade de frutas!

De modo geral, eu já falei anteriormente aqui (clique aqui) dos benefícios da laranja então vou focar apenas nas diferenças apenas das principais e mais fáceis de encontrar aqui:

  • Laranja-pera: a mais utilizada para sucos de tamanho grande, ainda doce (não tanto como a lima) e acidez média.
  • Laranja-lima: a favorita das crianças, bem docinha e pouco ácida
  • Laranja-Bahia: mais amarelada, mais fácil de descascar e comer os gominhos, quase não tem sementes.

Tubérculos, Raízes, Bulbos e Rizomas: qual a diferença?

tuberculosSegundo uma matéria da novaescola.org.br:

A principal diferença entre os três é o local em que as reservas de nutrientes são acumuladas. Enquanto em bulbos e tubérculos elas aparecem no caule do vegetal, nas tuberosas elas ficam nas raízes

Segundo a Resolução da ANVISA:

Raízes, tubérculos e rizomas são as partes subterrâneas desenvolvidas de determinadas plantas, utilizadas como alimento. Ex: tubérculo (batatinha), rizoma (araruta), raiz (cenoura).

  • Tubérculos

Nos tubérculos o caule da planta fica em baixo da terra e normalmente tem formato mais arredondado: batata-inglesa, cará, inhame,

  • Raízes:

As raízes tuberosas tem seu caule* fora da terra: cenoura, beterraba, mandioca, rabanete, batata doce, beterraba e nabo.

  • Bulbos:

Seu caule* fica em baixo da terra, assim como os tubérculos: cebola, alho, funcho

  • Rizoma:

Muito similar ao bulbo, mas tem o caule modificado para frma de raiz. Exemplo: Gengibre

  • Cormos:

São rizomas que sofreram encurtamento. Exemplo: Açafrão

*Caule: gaste de plantas vascularizadas (seiva) que integra a raiz com as folhas

Achei uma imagem em: correiogourmand.com.br para exemplificar:

cg_horti_42_440y