Série bebês e crianças: ao fazer a introdução alimentar como faço com a amamentação / leite?

Bom, vamos lá!

É simples, o importante é não misturar o leite materno (e caso você esteja dando fórmula isso vale para você também) com a refeição principal (não dar logo antes nem logo após) – isso vale para quem dá iogurtes também. Também não misture com os sucos.

A livre demanda vale para a amamentação exclusiva, ao fazer a introdução alimentar tente estabelecer uma rotina para que seu bebe não deixe de absorver alguns minerais como ferro (presente nos alimentos em grande quantidade) e cálcio (presente no leite) e que competem entre si, este é apenas um dos exemplos. Ele pode mamar a hora que quiser, porém tente espaçar para que não misture frutas, refeição principal e leite.

Em caso de dúvidas procure um profissional especializado como um nutricionista.

Série bebês e crianças: Qual a importância do leite materno? Como funciona? Existe leite fraco?

amamentação2

A importância do leite materno já é reconhecida mundialmente, inclusive pela organização mundial de saúde e o nosso ministério da saúde.

Ela é essencial para o desenvolvimento do bebê. Inicialmente, do nascimento até o 4º e o 7º dia pós-parto a mamãe tem o que chamamos de colostro (mais espesso e amarelo, com bifidobactérias, imunoglobulinas e muitas proteínas) – essencial para o início da vida do bebê.

Em seguida começa o período de transição do aproximadamente do 7º ao 10º dia pós-parto ocorre o que chamamos de “descida do leite”, mas não se desespere caso ele demore um pouquinho mais (o colostro é suficiente para seu bebê). Esse leite tem mais quantidade de glicose e maior concentração de citrato, as mudanças continuam até que chegue o leite maduro.

A partir do 10º dia pós-parto vem o leite maduro, onde ocorre a manutenção da amamentação, ela tem maior teor de proteínas, gorduras e lactose. Lembrando que esta gordura fica mais ao final da mamada, por isso é super importante que seu bebê mame até o fim em um único seio (esvaziar toda a mama antes de oferecer a outra), na próxima mamada ele pode trocar de mama, assim ele ganhará peso adequadamente. Se a mamãe ficar trocando de mama várias durante uma mamada tem grandes chances dele não ingerir estas gorduras e assim não ganhar o peso adequado, apenas uma adequação em relação a isso e a pega correta (para isso você precisa de ajuda de uma doula ou obstetriz – caso você precise de ajuda entre em contato com a Obstetriz @raquel.rcarvalho no insta)

Com isso, falarão para você “seu leite é fraco” ou “ vamos inserir um complemento” – NÃO caia nessa ideia, NÃO EXISTE LEITE FRACO e não há necessidade de complementação de amamentação.