Como substituir o açúcar refinado?

acucar

Existem diversas opções com e sem calorias que podem nos ajudar a substituir o uso de açúcar refinado.

Golden granulated, light muscovado and dark muscovado sugar

Vamos as opções:

images

Adoçante sintético: o que eu mais indico e gosto é o de sucralose – eu já fiz um post sobre os diferentes tipos de adoçante – clique aqui para ler – dentre as opções de adoçantes sintéticos este seria uma boa

download

Adoçante natural: stévia – apenas de ter um sabor levemente amargo e residual é uma opção legal também, sugiro a versão em pó, que tende a diminuir este sabor residual.

acucar_mascavo

Açúcar mascavo: ele não passa pelo processo de refinamento, por isso, diferente do açúcar refinado, apresenta vitaminas e minerais. Ele tem sabor forte e pode alterar o sabor dos alimentos.

dsc_5155-e1343314607122

Açúcar demerara: ele é muito parecido nutricionalmente com o açúcar mascavo, porém o benefício é que não altera tanto o sabor dos alimentos como o mascavo.

Mel: é uma boa opção para troca, tem um sabor característico, mas tem um bom poder de adoçar. Veja aqui o post que eu fiz sobre mel – clique aqui.

Abaixo compartilho com vocês as tabelas nutricionais de cada um deles, retiradas do site do Pão de Açúcar.

Lembrando que para equiparar um ao outro as medidas devem ser equivalentes (gramas, mL, etc).

Açúcar refinado:

açúcar refinado

Açúcar mascavo:

Açúcar mascavo

Açúcar demerara:

açúcar demerara

Mel:

mel

Stévia em pó:

stevia

Sucralose em pó:

sucralos

Adoçantes: qual usar? Quais as diferenças?

Os adoçantes, também conhecidos como edulcorantes tem como função substituir os açúcares, tem sabor doce e poder dulçor.

Mas qual a diferença entre eles? Qual devemos usar? Vamos lá..

Existem dois tipos de adoçantes, os artificiais e os naturais.

Dentre os artificiais:

Adoçantes-naturais-e-artificiais

A sacarina, derivada do petróleo,  apresenta sabor residual amargo em altas concentrações. É estável sob aquecimento e em meio ácido. Tem poder de adoçar 500 vezes maior que o açúcar.

O ciclamato, derivado do petróleo, é estável durante prolongados períodos de aquecimento e tem poder de adoçar 40 vezes maior que o açúcar.

O aspartame, derivado do petróleo, não é estável sob calor, amarga e preparação  e tem poder de adoçar 40 vezes maior que o açúcar.

O acessulfame-K é  um sal de potássio sintético, apresenta estrutura semelhante à da sacarina, por isso normalmente é utilizado em conjunto para que o gosto residual da sacarina não fique aparente. Tem poder de adoçar 200 vezes maior que o açúcar.

A sucralose é obtida pela cloração da sacarose (“açúcar” natural). Seu dulçor é dependente de pH e temperatura, apresentando boa estabilidade. Pode ser utilizado para cocção e dentre os artificiais é a melhor escolha.

Dentre os naturais:

adooo

O Manitol, Xilitol ou Sorbitol são obtidos a partir da redução da glicose e da frutose. Tem poder adoçante maior que o da sacarose e sabor parecido. Contém 4 Kcal/g e, por isso e por não causar caries, são amplamente utilizados na produção de gomas de mascar e balas. Em grande quantidade pode ter efeito laxativo.

Os Steviosídeos são Extraídos da planta Stévia Rebaudiana. Não é calórica, tóxica e nem é metabolizada pelo organismo. Seu uso não é maior devido a sabor residual amargo.

A Frutose é encontrada nas frutas e no mel. Tem valor energético – 4 Kcal/g, mas por seu poder adoçante é cerca de 170 vezes maior que o açúcar. Diabéticos não podem utiliza-lo.

 

Resumidamente, dentre os artificiais prefira a sucralose, dentre os naturais os steviosídeos ou se preferir mais “natural ainda” use mel ou açúcar demerara (sempre em pequenas quantidades!)